270_3.jpg

Estação das Cortes - Leiria

Num passeio do “Aves da Batalha” o João Tomás desafiou-me a descobrir as Borboletas que habitavam a minha zona, juntando-me à REBN. Aceitei o desafio e a Estação das Cortes começou a funcionar em Novembro de 2021.

A armadilha tipo Skinner com luz mista de 100W é colocada num Quintal de uma moradia familiar com um terreno de 5000 m2 que faz fronteira com o Rio Lis, com a zona urbana das Cortes e com o vale agrícola do Lis que se estende por uns 4Km até Leiria. No nosso terreno, onde vivemos há mais de 11 anos, nunca usamos pesticidas e sempre respeitamos todas as formas de vida. As árvores da região foram crescendo, por aqui, naturalmente substituindo um terreno que antes era agrícola por uma paisagem ripícola, onde predominam os Juncos, Salgueiros, Sabugueiros, Freixos, Amieiros, Ameixieiras, Nogueiras e muitas outras plantas.

Sempre fui um curioso acerca do que me rodeava e já observava e registava todos as formas de vida ao meu redor. Foi com muito entusiasmo que me juntei a um projecto que me permite conhecer melhor um “mundo” que ainda não tinha explorado, e que me tem fascinado! Com o apoio desta comunidade fantástica tenho aprendido imenso e espero poder contribuir também um pouco enquanto Cientista-Cidadão para este fantástico trabalho que a RENB tem efectuado.

EC.jpg
EC1.jpg

Responsável: Oscar Silva